Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

Tecnologia Achix
Busca
Busca Avançada
Entrar | Não é cadastrado?
Você está em: Início » Jornal iTEIA » Arena do Povo Negro no Fórum Social Mundial 2018

Jornal iTEIA

13.03.2018 - 21h14

Arena do Povo Negro no Fórum Social Mundial 2018

Ascom: Galinha Pulando

ampliar FNN
Encontro terá debates, saraus, mesas redondas e apresentações artísticas

A Frente Nacional de Negros e Negras - FNN participa da edição 2018 do Fórum Social Mundial, que acontece na Bahia de 13 a 17 de março. Sob coordenação coletiva, a Arena do Povo Negro tem uma programação que acontece na Escola de Dança da Universidade Federal da Bahia (UFBA), em Ondina, a qual se pauta no debate e apresentações artísticas relativas às demandas da juventude negra e periférica de Salvador, aí incluídas educação pública para a população negra, encarceramento e genocídio da juventude, direito à cidade, mulheres negras no poder, ancestralidade, mercado  de trabalho, intolerância religiosa, dentre outras emergências sociais e culturais. A tenda está sob coordenação de Alex Cruz dos Santos. Alex ainda é membro da Juventude Negra e faz parte do Conselho de Justiça e Direitos Humanos da Anistia Internacional.


Alex Cruz afirma, através de postagem no evento do Face: “Entre os dias 14 e 17 de março, na Escola de Dança da UFBA, estaremos realizando atividades política, acadêmicas e culturais, com o objetivo de desvelar o silêncio imposto sob as nossas demandas, mas também construir perspectivas de transformações sociais, de modo a alcançar uma realidade de equidade, sem distinções por raças e em conformidade com os direitos e garantias constitucionais do Brasil.”


Acompanhando o lema do Fórum, “Resistir e Criar – Resistir é Transformar”, a FNN tem o compromisso de fortalecer a luta por direitos, denunciar crimes como Racismo, Machismo, LGBTfobia e unir a juventude em prol de pautas positivas e inclusivas.


Andrei Williams, estudante do BI de Humanidades na UFBA, colaborador da Arena do Povo Negro, afirma que "A Arena do Povo Negro está se construindo como um importante pólo de resistência, de luta e de construção de um novo mundo. Em todas as nossas rodas de debate vamos buscar construir perspectivas de transformações e também, de modo geral, uma agenda de lutas. Nós partimos da premissa de que não dá para pensar o Brasil sem antes racializar o discurso, pois o racismo é estruturado e estruturante na nossa sociedade. Logo, muitos dos problemas sociais do Brasil estão intimamente ligados com o racismo, seja ele institucional ou não. É importante salientar também que as nossas atividades estão intimamente ligadas ao espírito do Fórum Social Mundial que é em sua essência antirracista e antineoliberalista. Um dos nossos objetivos com a Arena do Povo Negro foi enegrecer esse evento que é mundial e colocar as nossas pautas em local de protagonismo.”


 


Programação completa da Arena do Povo Negro


Dia -13/03


Marcha


16hs - Marcha do Fórum Social Mundial no Campo Grande


Dia 14/03


9 à 10hs - Lavagem da Escola de Dança (escada) + Apresentações Artísticas


Mesa 01


10 ás 12hs


Teatro do Movimento: Tema “Educação Pública para a População Negra”


Atividades Culturais


10 às 12hs


Sala 6/7 - Dança Afro-brasileira: Recriação do Corpo Ancestral (Leda Mª


Ornellas) – aberta ao público vagas limitadas


Almoço e intervalo 12 às 13hs


13 às 14hs


Átrio Amarelo: Atividade Musical


Mesa 02


14 às 16hs


Átrio Amarelo: Tema “Encarceramento e Genocídio da Juventude Negra”


Atividades Culturais


16 às 18hs ÁREA EXTERNA da escola de Dança: Exposição de Grafite


18 às 20hs ÁTRIO AMARELO: Atividade


cultural


20 às 22hs ÁTRIO AMARELO: Baile de Favela


Dia 15/03


Mesa 01


9:30 as


11hs Teatro do Movimento: Tema “Direito a cidade e População de Rua”


Atividades Culturais


11 as 12hs


Átrio amarelo: “Atividades culturais”


Almoço e intervalo 12 às 13hs


Apresentação Artística


13 às 14hs


Átrio Amarelo: Musical Afro


Mesa 02


13 as 14hs


Teatro do Movimento: Tema “Negros e Negras LGBT”


Mesa 03


14 às 18hs


Átrio Amarelo: Tema Capoeira e ancestralidade gingas de Resistência em tempos de Golpe


18 às 19:30 Átrio Amarelo: Inguidiá e Roda de Capoeira


19:30 às 21h Átrio Amarelo: Samba de roda 


Atividade Cultural


21 às 22hs


Átrio Amarelo: Baile de Favela


Dia 16/03


Pituaçu


9 às 11:30hs: Plenária Internacional de Mulheres do Fórum Social Mundial


Almoço e intervalo 12 às 13hs 


Mesa 01


14H as 15:30 Teatro Movimento: Tema “Mulheres


Negras no Poder”


Mesa 02


16 às 17:30 Teatro do Movimento: Tema “Artes e culturas periféricas e como elas podem ser agentes de transformação social”, com Cairo Costa e Marcos Paulo Silva (Sarau do JACA), Fabrícia de Jesus (Sarau do Cabrito) e Evanilson Alves (Sarau da Onça).       


Mesa 03


16:30 as 18hs Sala 05: Tema “Racismo em tempos sombrios e como lutar”


Mesa 04


14 às 17hs Sala 09: Tema “Culturas de Resistências”


Atividades Culturais


14 às 16hs


Sala 6/7: Oficina Danças Populares, Brinquedo de gente grande: Entre Bois,


Caboclinhos e Maracatus (Denny Neves)


17:30 às 19hs Átrio Amarelo: Saraus de Poesias. Poetas confirmados:


Valdeck Almeida de Jesus, Emerson Bulcão, Leilah Ferreira, Matheus Paim,


Renildo Inverso, Tiago Oliveira, Samuel Lima, Pareta Calderasch, Joedvan Alves (Preto Jhoy), Lucimar Soares, Michele Saimon.

Este conteúdo tem 0 Comentários

Neste espaço não serão permitidos comentários que contenham palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa. A equipe do portal iTEIA reserva-se no direito de apagar as mensagens.

Deixe um comentário








Parceiros
Cooperação
Integração
Realização
Patrocínio

Ir para o topo